Espiritismo - A Segunda Revelação - Amor B (6 de 29)

AS TRÊS REVELAÇÕES

AS TRÊS REVELAÇÕES

A Segunda Revelação (b)

 

                        Apesar dos ensinamentos contidos nos 10(dez) mandamentos que Moisés recebeu no Monte Horeb, a humanidade , com o passar do tempo, deles se esqueceu.

                         Jesus, há muito mais de 2000 anos, quando estava na Espiritualidade, observando a dureza dos corações humanos, embrutecidos em seus sentimentos, resolveu Ele mesmo nascer entre os homens, se encarnar, vir à Terra, para vivenciar e exemplificar o AMOR, que é a chave do progresso e da evolução.

                         Chegou ele em família simples e pobre, nasceu em uma manjedoura, como a dizer que a humildade representa a chave das virtudes.

                         Veio Ele a nos ensinar através de sua própria vida, de suas atitudes e de suas palavras, que eram ditas em praças públicas, ante as criaturas desregradas e infelizes. Em todas elas, contido está o ensinamento maior: “Amai-vos uns aos outros”, e buscou Ele próprio, até o fim de sua permanência entre nós, viver amando, amando sempre a todos sem distinção.

                         Chamou Ele gente simples, conhecidos como os Apóstolos, e em seus corações fez frutificar seu exemplo de Amor.

                         Até o último momento viveu Jesus ensinando amor, perdoando àqueles que o condenaram.

                         Jesus foi, então, a Segunda Revelação, na qual nos deixou como mandamento 02 aspectos que são os mais importantes:

 1o. Amar a Deus, sobre todas as coisas;

2o. Amar ao próximo, como a si mesmo.

                         Assim, a Lei de Amor instaurada foi  para que aprendêssemos e amolecêssemos nossos corações, a fim de que vivenciássemos a fraternidade , a irmandade entre os homens, sem distinção.

                         Retornando Jesus à vida na Espiritualidade, os Apóstolos , que sempre tiveram enorme paixão pelo bem em suas almas e com o exemplo, ensinamento e vivência de Jesus, buscaram viver e divulgar esse ensinamento recebido. Criaram eles (os Apóstolos), então,  A Casa do Caminho, onde velhos e crianças, jovens e adultos, viúvas e pobres, doentes de toda espécie eram acolhidos e tratados com amor.

                        Jesus, já sabedor de que a humanidade esqueceria seus ensinamentos , avisou que o Pai enviaria, após algum tempo, o Consolador.

                         Novamente passado o tempo, conforme já previsto por Jesus,  a humanidade se esquecendo do ensinamento de Amor, necessitou de outro relembrar da Lei Divina.


Home -  Jesus -  Allan Kardec -  Era uma vez -  Músicas -  Gifs -  Espiritismo -  Você Sabia? -  Livro do Mês -  Biscoitinhos Espirituais -  Torpedinhos -  Bate-papo online -  Não sei, responde pra mim? -  Links Legais -  Jogos -  Protetor de tela -  Quem somos?