Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > O Livro dos Médiuns
SEGUNDA PARTE-Capítulo XXVII–Das evocações-item 348-350 (Estudo 108 de 133)

       

Reflexões

1) Que critérios os grupos espíritas devem adotar (autoexame) para não se desviarem do caminho da verdade?

2) E qual seria o “objetivo providencial” a ser buscado pelos grupos?

3) Defina com suas palavras: “Espiristismo cristão e humanitário”.
 
SEGUNDA PARTE-Capítulo XXVII–Das evocações-item 348-350 - Conclusão Voltar ao estudo
 
CONCLUSÃO

1) Os critérios da caridade – verdadeiro espírito do Espiritismo – aplicados entre si; acima de tudo, porém, “Todos devem concorrer, ainda que por vias diferentes, para o objetivo comum, que é a pesquisa e a propaganda da verdade”.

2)A união pela fé – “então, elas [as sociedades espíritas] serão fortes e poderosas, porque assentarão em inabalável alicerce: o bem para todos; então, serão respeitadas e imporão silêncio à zombaria tola, porque falarão em nome da moral evangélica, que todos respeitam”.

3)Espiritismo fundado do Evangelho de Jesus, ou seja, sob a égide de Jesus.
O Espiritismo não surgiu somente para reviver a Doutrina Cristã dos primeiros tempos, ainda não corrompida pelo poder temporal. A crença espírita vai mais longe: completa o ensino do Mestre através da gloriosa presença do Espírito de Verdade entre nós, ministrando a Kardec lições que podem, agora, ser suportadas (João 16:12 - Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora), devido ao progresso científico.
Kardec afirma que o Espiritismo é a doutrina do Cristo de acordo com o progresso das luzes atuais ("A Gênese")
1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo