Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > O Livro dos Médiuns
SEGUNDA PARTE-DAS MANIFESTAÇÕES-Capítulo XVII-Formação dos médiuns–itens 204-206 (Estudo 42 de 133)

       

Reflexões:

1. Que outras recomendações faz o codificador, além das que vimos anteriormente, para exercitar a psicografia?

2. Que contribuição pode um médium escrevente e já experiente trazer a um iniciante?
 
SEGUNDA PARTE-DAS MANIFESTAÇÕES-Capítulo XVII-Formação dos médiuns–itens 204-206 - Conclusão Voltar ao estudo
 
CONCLUSÃO

1. Além das intenções, a calma e o recolhimento na evocação são indispensáveis, assim como a vontade firme e convicta daquilo que se deseja. "Então, uma só coisa resta a fazer: renovar todos os dias a tentativa, por dez minutos, ou um quarto de hora, no máximo, de cada vez, durante quinze dias, um mês, dois meses e mais, se for preciso. Conhecemos médiuns que só se formaram depois de seis meses de exercício, ao passo que outros escrevem correntemente logo da primeira vez", ou seja, é necessário perseverança.

2. A contribuição do mestre, do professor, daquele que guia seu protegido por uma estrada desconhecida, tendo em mente que está cumprindo seu papel de amor ao próximo e de caridade.
1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo