Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > O Livro dos Médiuns
SEGUNDA PARTE-DAS MANIFESTAÇÕES-Capítulo V-Das man. espontaneas–itens:82-88 (Estudo 17 de 133)

       

Reflexões:

1. Por que foram igualmente importantes as manifestações físicas espontâneas?

2. Por que atualmente raramente ocorrem?

3. Que "teste" se poderia fazer para diferenciar uma manifestação de pancadas, por exemplo, de um engano ou embuste? Este teste é infalível?

4. Por que sente-se medo dessas manifestações?

5. Por que esse medo pode ser considerado irracional?

6. Qual é o seu entendimento dessa assertiva no texto estudado: "O tambor deixa de tocar, para despertar os soldados, logo que estes se acham todos de pé"?

 
SEGUNDA PARTE-DAS MANIFESTAÇÕES-Capítulo V-Das man. espontaneas–itens:82-88 - Conclusão Voltar ao estudo
 
CONCLUSÃO

1. Porque excluíram a suspeita do embuste, já que nada concorre, aparentemente, para que aconteçam.

2. Porque já não há mais necessidade desta ocorrência, salvo em situações muito especiais.

3. O teste "inteligente": se as respostas se configurarem independente do médium ou da vontade de quem as evoca, evidencia que vêm de uma inteligência independente, mas, segundo o codificador, ainda assim, este teste não é infalível, pois se for um embuste a suposta "inteligência" pode ser a de um encarnado mal-intencionado.

4. Pelo desconhecido. Quando nada sabemos sobre um fenômeno e nem sobre a lei natural que o rege, temos medo, pois o desconhecido naturalmente nos assusta. Por isso é que se diz que o conhecimento liberta.

5. Porque nenhum mal nos podem fazer os espíritos maior do que nos pode fazer um encarnado; a única vantagem do espírito é que a maioria de nós não os vê; além disso, o medo irracional nos coloca a mercê de seres mal intencionados, como acontece também entre os encarnados.

6. Esta frase explica, fazendo uma analogia, porque os fenômenos físicos já não são mais necessários: já compreendemos os fenômenos e suas leis e a interação que existe entre o mundo carnal e o invisível.

1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo