Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > O Livro dos Médiuns
SEGUNDA PARTE-DAS MANIFESTAÇÕES-Capítulo I-Ação dos espíritos–itens:57-59 (Estudo 13 de 133)

       

Reflexão

1. Resuma com suas palavras como se dá a ação dos espíritos sobre a matéria.

2. Como você explicaria a um leigo a existência do perispírito?
 
SEGUNDA PARTE-DAS MANIFESTAÇÕES-Capítulo I-Ação dos espíritos–itens:57-59 - Conclusão Voltar ao estudo
 
CONCLUSÃO

1. A ação de um espírito sobre a matéria ocorre quando o espírito combina elementos de seu perispírito, com elementos do perispírito de um encarnado (médium), combinando ainda com elementos do Fluido Cósmico Universal (FCU), e impulsiona essa combinação com a sua vontade ou pensamento. Através da vontade ou pensamento, o espírito pode provocar mudanças ou alterações na própria essência da matéria sobre a qual vai agir, provocando ações que podem ser meramente físicas (fenômenos de efeito físico – manifestações físicas) ou que demonstrem um resultado inteligente (fenômenos de efeito inteligente – manifestações inteligentes), entre outras.

2. O perispírito é o “corpo” do espírito, é o que lhe dá limites e interação com a natureza. O perispírito é constituído de uma matéria muito sutil, fluídica, energética, que poderíamos denominar mesmo de uma “semi-matéria”, que tem a função de permitir ao espírito interagir com os elementos na natureza, agindo sobre essa e recebendo as ações dela. O espírito precisa do perispírito como os encarnados precisam das mãos físicas para executar trabalhos manuais, por exemplo.
1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo