Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > André Luiz > Libertação
Convocação Familiar (Estudo 13 de 20)

       

CVDEE Centro Virtual de Divulgação do Estudo do Espiritismo
www.cvdee.org.br - Sala Virtual de Estudos Nosso Lar
Estudos da obra de André Luiz.

Sala Nosso Lar
Livro em Estudo: Libertação
Capítulo: XIII - Convocação Familiar


RESUMO DO CAPÍTULO

Alcançando a grande residência em que Margarida descansava, Gúbio, assistido
agora pelo enorme respeito de Saldanha, dirigiu-lhe a palavra, examinando a
oportunidade de conversarmos com o juiz e analisar a situação da filhinha de
Jorge ali refugiada..

- É possível - informou nosso Instrutor - promovermos benéfica reunião,
convocando alguns encarnados a possível ajuste..

Saldanha concordou, através de monossílabos, ao modo do aprendiz que se vê
na obrigação de aderir..
Entamos respeitosamente, mas confesso que o sono do magistrado não poderia
ser tão calmo quanto desejaria, em virtude do granmde número de entidades
sofredoras que lhe batiam às portas internas. Algumas rogavam socorro em
altos brados. A maioria reclamava justiça..

Dispunhamo-nos a visitar os aposentos particulares do dono da casa, quando
um rapaz encarnado nos surge à frente, cauteloso, deslocando-se a caminho do
pavimento inferior..
Era Alencar, irmão de Margarida e perseguidor da filha de Saldanha..

Seguimos o jovem, que nem de longe conseguiu registrarnos a presença, e
observamos que após descer alguns degraus, se postava à entrada de
compartimento modesto, tentando forçá-la..

Todas as noitres - comentou Saldanha - procura abusar de nossa filha. Não
tem o mínimo respeito de si mesmo. Reparando a resist~encia de Lia, estende
os processos de perseguição, com ameaças diversas e acredito que se ainda
não atingiu os fins indignos é porque permaneço a postos..

....

Logo após, em companhia de nosso devotado orientador, passamos ao
apartamento privado do juiz.
O magistrado se mantinha de corpo repousado sobre o colchão macio, mostrando
contudo, a mente inquieta, flagelada compensamentos: "Onde estaríam
centralizados meus supremos interesses da vida?.."
Crescera, estudara, casara-se. Todas as lutas, no fundo, não lhe haviam
modificado a personalidade.. Entretanto experimentava intraduzível fome de
Deus..

Nesse comenos, o Instrutor recomendou a Elói e a mim, o trazimento de Jorge,
fora do veículo carnal..
A essa altura, o dono da casa e a neta de Saldanha, provisoriamente libertos
das teias dfisiológicas, já se encontravam ao lado de Gúbio, que recebeu
Jorge em desvelado carinho, e unindo os três, emprestou-lhe forças à mente
para que o ouvissem acordados, em espírito..

Após breve conversa, Jorge ao perceber que estavam agindo em favor do
"condenado", fala em tom de orgulho ferido:
- Mas fui eu o Juiz da causa. Consultei os códigos antes de emitir a
sentença.. Não posso aceitar tardias argumentações que o inocentem..

Gúbio contemplando-o e considerou:
- Compreendo-te a negativa. Os fluídos da carne tecem um véu pesado demais
para os que ainda não se afeiçoam ao véu da espiritualidade superior..
Invocas tua condição de sacerdote da lei para esnagara o destinmo de um
trabalhador.. não fosse a compaixão divina que te ampara as ações, as
vítimas de teus erros involuntários não te permitiriam o cargo..

Após uma longa pausa..
- Benfeitor ou vingador, ensina-me o caminho! Que faço em benefício do
condenado?
- Facilitarás a revisão do processo e dará-lhe a liberdade.
-É então ele inocente?
- Ninguem sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste .. Explicaremos
tudo..
- Ampara em tua casa, a filha dele, que assim receberá boa educação..
- ams essa menina não é minha filha..
- Não serias convocados por nós a semelhante encargo se não fosses capaz de
recebee-lo.. Crês que só seja possível os compromissos com os seus
consanguíneos..
Liberta o coração amigo.. respira em mais alto clima..

- Como agir porém?

Amanhã - (...) te ergueraás do leito sem a lembrança integral do nosso
entendimento de agora, porque o cérebro de carne é um instrumento delicado,
incapaz de suportar a carga de duas vidas, mas idéias novas surgir-te-ão
formosas e claras, com respeito ao bem que necessitas praticar. A intuição é
o disco milagroso da consicnecia.. fuincionará livremente de forma a
lembrar-te destas horas.. Chegada esta hora, não permita que o cálculo te
abafe o impulso das boas obras.. A intuição, contudo, que é o disco
milagroso da consciência, funcionará livremente, retransmitindo-te as
sugestões desta hora de luz e paz(...)
(...)
_ Gostarias (...) Entretanto, a existência humana é precioso tecido de que
os olhos mortais apenas enxergam o lado avesso. Nos sofrimentos de hoje,
solvemos os débitos de ontem. Com isto , não desejamos dizer que nossas
falhas, muitas vezes oriundas da ociosidade ou da impenitência de agora,
gerando resultados ruinosos para nós mesmos e para outrem, sejam recursos
providenciais ao pagamento de alheias dívidas, porque assim consagraríamos a
fatalidade por soberana do mundo, quando, em todas as horas, criamos causas
e consequências com os nossos atos cotidianos.(...)
(...)
_ Juiz, (...). Já te auscultei , no entanto, os arquivos mentais e vejo os
quadros que o tempo não destrói.(...) Todavia, nem a dor, nem a morte apagam
as aflições da responsabilidade que só o regresso à oportunidade de
reconciliação consegue remediar. E aqui te encontras, de novo, diante do
condenado, junto ao qual sempre te inclinaste à antipatia gratuita, e ao
lado da jovem a quem prometeste amparar por filha muito querida ao coração.
Trabalha, meu amigo! Vale-te dos anos,porque(...) . Age enquanto podes. Todo
bem praticado felicitará a ti mesmo, porquanto outro caminho para Deus não
existe, fora do entendimento construtivo, da bondade ativa, do perdão
redentor.
(...)
_ Saldanha, nenhum júbilo, depois do amor de Deus, é tão grande quanto
aquele que recolhemos no amor espontâneo de um amigo. Semelhante alegria, é
nossa, porque te sentimos a amizade nobre e sincera no coração.
(...)

Questões iniciais para o Estudo:


01) Gubio, referindo-se a Alencar , irmão de Margarida, fala que ele, por
estar possuído em forças degradantes precisa de colaboração energética para
que possa Ter uma higiene mental e , então, aplica-lhe passes magnéticos.
Assim:
A) O que é passe?
B) Qual a finalidade do passe?
C) Quando se deve receber ou procurar o passe?
D) Há diferentes tipos de passes? Justifique.
E) Há regras específicas para se ministrar o passe? Por que? Quais?
Justificar.

02) Gúbio, ante o momento de mente inquieta do magistrado, dirigiu-lhe a
intuição. Assim, justificar as respostas:
A) Comentar sobre a intuição: o que é?
B) Ela ocorre com frequência?
C) Todos nós estamos sujeitos a ela?
D) Qual o motivo de sua utilização?
E) Comentar a seguinte assertiva de Gúbio: "A intuição , contudo, é disco
milagroso da consciência, funcionará livremente, retransmitindo-te as
sugest~pes desta hora de luz e paz(...)"

03) Comentar , justificando, as seguintes assertivas:

A)" Entretanto, a existência humana é precioso tecido de que os olhos
mortais apenas enxergam o lado avesso. Nos sofrimentos de hoje, solvemos os
débitos de ontem."

B) "Já te auscultei , no entanto, os arquivos mentais e vejo os quadros que
o tempo não destrói.(...) Todavia, nem a dor, nem a morte apagam as aflições
da responsabilidade que só o regresso à oportunidade de reconciliação
consegue remediar"

C) "Trabalha, meu amigo! Vale-te dos anos, porque(...) . Age enquanto podes.
Todo bem praticado felicitará a ti mesmo, porquanto outro caminho para Deus
não existe, fora do entendimento construtivo, da bondade ativa, do perdão
redentor."

D) "depois do amor de Deus, é tão grande quanto aquele que recolhemos no
amor espontâneo de um amigo


Bibliografia Sugerida:
Leitura completa do Capítuo XIII , do Livro Libertação
LE
LM
ESE

Um dia repleto de amor e paz pra vcs
  Conclusão deste estudo 
1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo