Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > A Gênese
Períodos geológicos - 1a. parte (ítens 1 a 6) (Estudo 45 de 136)

       

1.- A Terra conserva em si os traços evidentes da sua formação. A Geologia é a ciência que estuda a origem do
globo terreno e dos seres vivos que o habitam. Suas conclusões resultam da observação dos fatos e não de simples
hipóteses. Sobre os pontos duvidosos, nada afirma, esperando por observações que permitam uma solução conclusiva.

2.- A história da formação da Terra encontra-se escrita em suas camadas geológicas. Essas camadas superpostas,
observadas através de escavações naturais ou praticadas pelo homem, distinguem-se entre si pela cor e pela natureza
das substâncias de que se compõem. São, em geral, homogêneas, isto é, cada uma delas é constituída da mesma
substância ou de substâncias diversas, mas sempre formando um todo compacto.

3.- Esses caracteres, nitidamente notáveis, permite se reconheça que elas se formaram sucessivamente, depositando-
-se uma sobre a outra, em condições e por causas diferentes. As mais profundas, naturalmente, são as que se
formaram primeiro, sendo a última de todas a que se acha na superfície. É a camada da terra vegetal, que deve suas
propriedades aos detritos de matérias orgânicas provenientes das plantas e dos animais.

4.- As camadas inferiores, localizadas abaixo da camada vegetal, receberam em geologia o nome de rochas, o que
não implica serem necessariamente formadas por substâncias pedrosas. Umas são formadas de areia ou de argila,
outras de pedras propriamente ditas, variáveis conforme a sua espessura, como o mármore ou os calcáreos.

5.- Examinando-se a natureza dessas rochas ou dessas camadas, verifica-se que algumas provêm de matérias
fundidas, indicando que sofreram a ação do fogo; outras, de substâncias depositadas pela ação da água. Algumas
substâncias se conservaram desagregadas, formando as areias; outras, sob a ação de agentes químicos, endureceram
e adquiriram, com o tempo, a consistência da pedra. Conclui-se, pois, que o fogo e a água participaram da formação
da matéria que constitui a camada sólida do globo.

6.- A posição normal das camadas terrosas ou pedregosas, provenientes de depósitos aquosos, é a horizontal. Daí
deduzir-se que as planícies e os vales, estiveram, por longo tempo, cobertos de águas que, ao se retirarem, deixaram
em seco as terras que ali depositaram. Retiradas as águas, essas terras cobriram-se de vegetação. Nos lugares onde,
ao invés de terras próprias para assimilarem princípios nutritivos, as águas depositaram areias de substâncias duras,
sem agregação, formaram-se as planícies arenosas que constituem os desertos.

7. Em países montanhosos vemos grandes extensões de rochas duras, cuja natureza que foram formadas em posição
inclinada e, por vezes, vertical. Considerando que, de conformidade com as leis de equilíbrio dos líquidos e da gravidade,
os depósitos aquosos somente em planos horizontais podem se formar, deduzimos que tais regiões foram formadas
por depósitos levantados por uma força qualquer, depois de se terem solidificados ou transformados em pedras.

8.- Pode-se, portanto, concluir que todas as camadas pedrosas que, provindo de depósitos aquosos, encontram-se em
posição perfeitamente horizontal, como as planícies e os vales, foram formadas, durante séculos, por águas tranqüilas.
Quando, todavia, encontramos camadas em posição inclinada, conclui-se que o solo foi convulsionado e deslocado
posteriormente, por leis e forças que atuam na Natureza.


Vocabulário

Marna - calcário argiloso ou argila com maior ou menor teor de calário; marga

Cré - calcário formado por despojos de animais marinhos, que se encontra misturado com argila

Terra gorda - terra que é úmida, forte e coesa

Charneca - terreno inculto e arenoso, onde nasce vegetação do mesmo nome, caracterizada por arbustos e planstas
herbáceas, resistentes à falta de água

Aluviões - depósitos de cascalhos, areia e argila que se formam às margens ou à foz dos rios, provenientes do trabalho
de erosão das enchentes

QUESTÕES PARA ESTUDO

a) De acordo com a Geologia, o solo da Terra é constituído de um único tipo de substância?

b) Como se deu o seu processo de formação, até chegar ao estado atual?

c) A que se dá, em Geologia, o nome de "rochas"? E como se formaram?

d) Em que momento se deu o aparecimento da vegetação?

e) Como se explica a formação das regiões montanhosas?

 
Períodos geológicos - 1a. parte (ítens 1 a 6) - Conclusão Voltar ao estudo
 
C O N C L U S Ã O

A Terra conserva em si os traços evidentes da sua formação. A história da formação da Terra encontra-se escrita em suas camadas geológicas, que se distinguem entre si pela cor e pela natureza das substâncias
de que se compõem. São, em geral, homogêneas, isto é, cada uma delas é constituída da mesma substância ou de substâncias diversas, mas sempre formando um todo compacto. Estes caracteres permitem se reconheça que elas se formaram sucessivamente, depositando-se uma sobre a outra, em condições e por causas diferentes.

QUESTÕES PROPOSTAS PARA ESTUDO

a) De acordo com a Geologia, o solo da Terra é constituído de um único tipo de substância?

R - Segundo a Geologia, ciência nascida no século XIX, o solo da Terra é constituído de camadas geológicas bem definidas.Em todos os pontos, constata-se a presença de camadas superpostas, que vão de alguns centímetros a cerca de cem metros ou mais. Essas camadas distinguem entre si não apenas pela cor mas, também, pela natureza das substâncias de que se constituem. Podemos, desse modo, afirmar que o solo da Terra não é composto por apenas um tipo de substância, porém de vários, que se espalham pelas diversas camadas que o formam.

b) Como se deu o seu processo de formação, até chegar ao estado atual?

R - Desprendida da massa central que formou a nebulosa que deu origem ao sol, a matéria condensada desprendida, ao longo de muitos anos e pela ação das leis de movimento, recebeu novas camadas, de naturezas diferentes, que foram sendo superpostas umas às outras, em condições e formas distintas,
até chegar ao seu estado atual. Algumas camadas inferiores, mais profundas, mais sólidas e que se formaram primeiro, provêm de matéria fundida, denunciando que sofreram a ação do fogo, durante o processo de sua formação. A última de todas, que se acha na superfície, é a camada da terra vegetal,
que deve suas propriedades aos detritos de matérias orgânicas provenientes das plantas e dos animais. Outras apresentam substâncias depositadas pela ação da água, donde se conclui que o fogo e a água participaram da formação da matéria que constitui a camada sólida do globo.

c) A que se dá, em Geologia, o nome de "rochas"? E como se formaram?

R - Em Geologia, o termo "rocha" nem sempre implica na idéia de uma substância pedrosa. Dá-se o nome de "rochas" às camadas do solo terreno situadas abaixo da camada vegetal, como um leito ou um banco feito de uma substância mineral qualquer. Umas são formadas de areia, de argila ou de terra argilosa, de marna, de seixos rolados; outras o são de pedras propriamente ditas, mais ou menos duras, tais como os mármores, os calcáreos ou pedras calcáreas, as pedras molares, ou carvões-de-pedra, etc. Diz-se que uma rocha é mais ou menos possante, conforme é mais ou menos considerável a sua espessura. Umas formaram-se pela ação do fogo; outras, pela ação de determinados agentes químicos ou por outras causas que as levaram ao endurecimento e, com o tempo, à consistência de pedra.

d) Em que momento se deu o aparecimento da vegetação?

R - A vegetação que encontramos no solo da Terra apareceu após a retirada das águas tranqüilas que, por longo tempo, cobriram extensas faixas do solo. A vegetação surgiu nos lugares cujas camadas eram dotadas de meios para assimilarem princípios nutritivos, após a retiradas das águas que os cobriam. Nos lugares onde o solo não era próprio para assimilar os princípios nutritivos, onde apenas foram depositadas areias silicosas, impróprias à agregação, formaram-se planícies arenosas, sem vegetação, que constituem os desertos.

e) Como se explica a formação das regiões montanhosas?

R - De conformidade com as leis de equilíbrio dos líquidos e da gravidade, os depósitos aquosos, via de regra, formam-se em planos horizontais. As montanhas, segundo deduz-se, apareceram de depósitos levantados por uma força qualquer, que formaram rochas duras, em posição inclinada e, às vezes, vertical e que foram arrastados para as baixadas pelas correntes e pelo próprio peso. Ou seja, depois dessas camadas terem sido solidificadas ou transformadas em pedras, as montanhas formaram-se pela convulsão do solo, que foi deslocado por leis e forças que atuam na Natureza.

1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo