Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > Educação
TEMA: Escola de Famílias - nosso papo sobre (Estudo 797 de 835)

       

Olá amigos da EDUCAR

Vejo que nós pais temos uma ãnsia muito grande de acertar em termos de educação familiar, e nos vemos num turbilhão de idéias sobre o assunto, acatamos alguns "modismos", e depois nos arrependemos de não termos ouvido nossas próprias opiniões a respeito.
O melhor meio é aquele em que conseguimos expor pessoalmente essas nossas angustias e verificar que na maioria das vezes não estamos sózinhos neste barco.
Creio que este meio é mesmo o encontro de pais , não acho que escola seja o termo mais adequado, considerando que a troca de experiencias entre os participantes também é muito favorável, caso não se possa contar com uma orientação profissional propriamente dita , o apoio de profissionais como psicologos, pedagogos, educadores ou médicos. É claro que se pudermos dispor de quem tem informações para nos auxiliar é excelente, mas nada impede a formação de um grupo de pais caso não os tenhamos.
Pois certamente entre os participantes podemos contar com os exemplos de outros pais, com o senso crítico e opiniões interessantes e tirarmos conclusões próprias , e não somente porque o "Dr. Fulano" disse ou a Super "Sei-lá" recomendou, no encontro vivenciamos os casos e nos identificamos com eles.
Já orientei um grupo na escolinha que a minha filha frequentava , começavamos sempre com uma leitura atual sobre educação , tal como fazemos aqui e a partir da idéia lançada , as pessoas faziam perguntas, expunham suas dúvidas , fazia-se dinâmicas sobre o assunto e por fim elaboravamos uma conclusão tirada pelo próprio grupo.
Quando aparecia algum caso "especial" , (separações, violência familiar, abusos, vícios, etc) todo o grupo se unia para apoiar aquele que precisava da solução do problema, e se fosse o caso conseguiamos ajuda profissional inclusive indicada por algum participante do grupo que já presenciara ou tivera algum problema parecido.
Acho que é assim que deve funcionar um encontro de pais, pois se apenas formarmos uma escola, onde um orienta e os outros ouvem ,o comprometimento é menor e a motivação vai diminuindo, ao contrário do ser um "colaborador ativo", participar , sentirmo-nos úteis , nos faz mais entusiastas e com mais vontade de acertar.
Quanto mais coeso for o grupo, irá se consolidando a união e a amizade, fazendo disso mais que um simples encontro , mas tornando-se uma verdadeira família.

Abraços

"Se eu puder deixar de herança aos meus filhos tudo aquilo que eu gostaria de ter acertado e por ocasião não acertei, partirei feliz. " (Paty Bolonha)

Paty Bolonha
---
Olá, a meu ver a idéia de Escola de Famílias é algo a se pensar. Não creio que uma escola, na concepção que conhecemos seja o ideal, porém creio que um local onde membros familiares possam se reunir para conversar e compartilhar experiências, estudar e discutir temas atuais e importantes seria algo legal. Grupos de encontro, creio que essa seria uma denominação mais adequada.

abraços e fiquem com Deus
Andreza

---
Boa tarde a todos!
A responsabilidade em educar eh algo muito serio, missao de grande valor. Acredito que eh valida a troca de conceitos e experiencias como forma de enriquecimento moral e espiritual tambem. Quem sabe ate uma escola de familia (ou pais) virtual?

Um abraco,

Nadia
1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo