Espiritismo Educação Recursos Ajuda Serviços
Estudos
Salas de Estudo      O Livro dos Espíritos      O Evangelho      A Gênese
O Livro dos Médiuns      Série André Luiz      Série Philomeno   Educar      Família      
Home > Educação
Tema: Família e Lar: Há Diferença ? - estudo (Estudo 452 de 835)

       

CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo
www.cvdee.org.br - Sala Virtual de Estudos Educar
Temas destinados à Família e à Educação no Lar


Bom dia à todos !!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Depois de algum tempo de ausência, fico feliz em estar de volta para estudar com vocês.
Esta semana vamos papear um pouco sobre Família e Lar e suas diferenças.
Ah, e desculpinhas pela demora na postagem do tema, tá bom ????????

Família e Lar: Há Diferença ?

Vamos iniciar nossa conversa, lendo o seguinte texto (é só um trecho, pois na íntegra ele é enorme... num próximo email o envio inteirinho, ok ???). :)
O Lar - A Escola das Almas - Portal do Espírito
(LAR _ FAMÍLIA _ CASA)
João Batista Armani
O ideal seria dizermos: _Lá em Casa, na nossa Família temos um Lar_.
Ao tratarmos desse importante assunto, pretendemos estabelecer paralelos,
que venham a esclarecer a realidade exata de cada termo, devido a algumas
vezes nos confundirmos, trocando uns pelos outros.
O que é casa? A casa é a habitação, o cimento, madeira, tijolos, móveis.
O que é a família? São Pessoas aparentadas que vivem em geral, na mesma
casa, pai, a mãe, os filhos, genro, nora, avós, etc. A família é um grupo
de Espíritos necessitados, em compromisso inadiável, para reparação e
crescimento. Existem vários tipos de família conforme a afinidade entre os
espíritos que as integram. As afeições reais sobrevivem, permanecendo
indissolúveis e eternas. Independente do tipo de família que temos, vamos
observar a importância desta instituição e como convivermos melhor dentro
dela.
O que é lar? O lar é o sentimento de união que envolve a família em prol
da harmonia doméstica. Temos então dedicação, renúncia, silêncio, zelo, e
tantos outros sentimentos que devotamos àqueles que se unem pela eleição
afetiva ou através do impositivo consangüíneo.
Sob esta ótica, podemos então ter uma casa, uma família, mas não termos um
lar, se ali não há entendimento.
FUNÇÕES DA FAMÍLIA _ (Numa visão sociológica).
BIOLÓGICA: Procriação de filhos para manutenção da espécie.
SOCIALIZAÇÃO: Fornecer condições aos novos seres, de relacionarem-se com a
sociedade, preparando-os para a vida.
ECONÔMICA: Transmite noção de valores, comércio, propriedade, herança.
Conhecimentos necessários ao crescimento e sustentação econômica das
sociedades.
CULTURAL: A transmissão de educação e saber na perpetuação cultural e
acompanhamento do progresso, embora não seja exclusividade da família,
hoje temos rádio, tv, jornais, revistas, internet, e as ruas.
PSICOLÓGICA: A família é a base na qual se cria a nossa natureza como
pessoa nos dando segurança, firmeza e confiança.
ESPIRITUAL: Educação do Espírito (através da orientação); Formação de
valores regenerativos (corrigindo tendências equivocadas); Oportunidade
evolutiva (adquirindo novos conhecimentos); Desenvolvimento da afetividade
e do amor para atingir a dimensão da família universal (desarmando
animosidades).

Bibliografia:
O Melhor é Viver em Família _ André Henrique (artigo).
Família _ Cristiane Bicca (artigo).


Questões para diálogo virtual:

Qual é realmente o sentido de família?
Qual a missão da família?
Como podemos diferenciar Família e Lar?
Como podemos explicar "O lar é uma escola de almas"?
Quais os motivos que ligam as almas num mesmo lar, numa mesma família?
"Se Jesus nos recomendou amássemos até mesmo so inimigos, imaginemos com que imenso amor devemos amar aqueles que nos ofertam o coração." André Luiz, do livro Sinal Verde _ Chico Xavier
"Grupamento de raça, de caracteres e gêneros semelhantes, resultado de agregações afins, a família, genericamente, representa o clã social ou de sintonia por identidade que reúne espécimes dentro da mesma classificação. Juridicamente, porém, a família se deriva da união de dois seres que se elegem para uma vida em comum, através de um contrato, dando origem à genitura da mesma espécie. Pequena república fundamental para o equilíbrio da grande república humana representada pela nação.". Joanna de Ângelis

"Não são os da consaguinidade os verdadeiros laços de família e sim os da simpatia e da comunhão de idéias, os quais prendem os Espíritos antes, durante e depois de suas encarnações. Segue-se que dois seres nascidos de pais diferentes, podem ser mais irmãos pelo Espírito, do que se o fossem pelo sangue(...)". E.S.E., item 8, capítulo XIV

Bom, esperamos a participação de todos, com o envio de opiniões e textos, mas não esqueçam, sempre ligados ao tema desta semana, tá bom ???? :)

Abraços mineiros, cariocas, capixabas e catarinenses

Lu, Rosane, Márcio e Ivair

Equipe Educar - CVDEE
[email protected]
1998-2018 | CVDEE - Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo